Como reagir contra violação de direito fundamental dos recém nascidos, ainda na maternidade?‏

07/04/2015

Recebida a confirmação da gravidez, o que mais desejamos é que tudo corra bem e que, ao final da gestação, possamos trazer ao mundo um bebê cheio de saúde (pelo menos pra mim, à espera do meu segundo filho, esse é o maior dos anseios).

 

Contudo, nem sempre o esperado acontece e, em alguns casos, o recém-nascido precisa de cuidados médicos intensivos imediatos, o que pode derivar de “n” causas (prematuridade, doenças congênitas, intercorrências durante o trabalho de parto, enfim …).

 

Postado por: Flávia Mundim | 0 comentários | Continue lendo >
Maternidade Legal . Todos os direitos reservados. 2014.